Dicionário de emoções: Ansiedade

A ansiedade é um sentimento ligado à preocupação, ao nervosismo e ao medo, mas que são percebidos de forma bem intensa pela pessoa.

Trata-se de um sinal de alerta, que indica uma reação natural do corpo para nos ajudar em novos desafios e situações de perigo. Contudo, quando passa a atrapalhar nossa rotina, a ansiedade pode ser considerada um distúrbio e ela própria o desafio a ser superado.

A ansiedade pode se manifestar através de agitação, irritabilidade, dificuldades para dormir, aumento ou redução do apetite, sintomas físicos (falta de ar, palpitações, tensão muscular, fala acelerada, tremor, etc.). Normalmente, ansiedade, medo e preocupações andam juntos e se retroalimentam.

Veja algumas dicas para melhorar o nível de ansiedade:

1) Aceitar sua ansiedade: aceitar, nesse momento, significa não ignorar. Aceite seus sentimentos e lembre-se que são como ondas. Eles vêm, atingem um pico, e vão embora.

2) Analisar seus pensamentos: quais são os pensamentos/preocupações que mais lhe deixam ansioso(a)?

3) Ir para a cama cedo:a privação do sono é um grande aliado da ansiedade. Sono inadequado pode ampliar as reações antecipadas do cérebro, aumentando os níveis globais de ansiedade.

4) Utilizar música para relaxar:ouvir música reduz 65% dos níveis de ansiedade.

5) Praticar atividade física:assim como para qualquer outro tratamento, movimentar o corpo e ter uma atividade física como hobby, irá contribuir muito para um dia a dia mais produtivo e menos ansioso.

6) Procurar ajuda:ir a um especialista não faz de você uma pessoa com uma grave doença, mas sim alguém que se cuida e que se preocupa com o seu próprio bem-estar emocional.

Importante: A adoção de um estilo de vida saudável é altamente recomendada para prevenir e reduzir a ansiedade, assim como a mudança de hábitos diários.

Texto escrito pela psicóloga da Escola Padre Arrupe, Ijaíza Marques

By |2020-09-17T11:31:20+00:00setembro 17th, 2020|capa|